Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dias Felizes

Dias Felizes

Comediantes

Os comediantes gozam das honras da fama desde Plínio, o Velho, conhecido não apenas pela sua sapiência, mas também por contar piadas de gregos como nenhum outro romano. À descoberta de 35.000 factos úteis, Plínio juntou uma piada sobre a proeza dos elefantes com a rigidez da tromba, muito antes destes servirem de atracções de circo ou de haver um bar de alterne em sua honra (dos elefantes). O mundo sem humor é estéril e a política apascenta como nenhuma outra actividade a veia cáustica dos seus praticantes. Como abordar sem sarcasmo, ironia, gozo, sátira ou espírito, por exemplo, a capacidade de trabalho de Durão Barroso, meu antigo professor e coordenador de licenciatura, que em 5 anos lectivos, apenas vi em duas aulas, onde falou dos seus feitos com o fácies orgulhoso de um elefante? Terá Barroso a velocidade do cherne, a brida da Nautilus ou um homem duplicado que lhe permita estar em todas, como soe dizer-se, e de todas receber o seu quinhão? Barrosos há muitos e nada palermas. O regresso do desertor e coveiro amesendado não tardará a ser anunciado com a aura de um comediante e as plateias estarão repletas de bocas de sapo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D