Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dias Felizes

Dias Felizes

Em Busca de um Mundo Melhor (II)

A frase simples e efectiva “amais-vos uns aos outros, como eu vos amei!” até onde penetra a couraça dos seres. Como soará dita em mandarim, sírio ou no dialecto tehulche? Em português de antanho soa crística, judaico-cristã, e logo aí é posta de parte por ateus e descrentes de coração empedernido. Estamos, muitos de nós, indignados com o desamor (abandono) a que são votados por estes dias, largos milhares de sírios, comovidos e impotentes com a morte fotografada de uma criança, como podia ser uma nossa, de cá de casa, num cenário de catástrofe. Pensamos e sentimos e fazemos por reflectir como fazer para mitigar a dor que também é nossa, enquanto dirigimos a raiva, a revolta e a indignação contra aqueles que tomamos por responsáveis, um conluio mafioso de americanos, terroristas e nepotistas sem credo nem raça identificável a não ser a de ver no outro carne para canhão. E que fazer? Escrever escrever escrever? Dizer dizer dizer? Mostrar mostrar mostrar? Até que o único refúgio possível seja o do confronto com a verdade.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D