Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dias Felizes

Dias Felizes

Japonesices

Se admitirmos o facto de que cada vida e os seus respectivos dias e horas servem a evolução de cada ser vivo, e que teremos vidas sem conta até chegarmos ao zénite da evolução, onde nos fundiremos com Deus ou a energia divina ou o nada dos seres ateus, há países onde - aparentemente - a evolução do colectivo parece mais avançada, segundo o princípio de que a união faz a força. Há dias falei do povo Kanak e cometi a ousadia de dizer que enquanto povo/cultura desconhecem palavras que no mundo dito ocidental atormentam muita gente, como a inveja e o ódio, duas entre várias. Quando falo de povos que me inspiram, ainda que seja por ter com eles um breve contacto e de comunicação limitada, falo acima de tudo de gente que me inspira confiança e que se transmite no olhar, a ponto de lhes poder retribuir um sorriso honesto e sentido, nascido para além da boa educação ou da diplomacia. Falando das entranhas, ainda estou no estádio do amor, com amor se paga. As palavras de belo efeito leva-as o vento sem os actos que lhes correspondam. Se há coisa neste Japão é que os actos, aqui invariavelmente delicados, bondosos e polidos, são tão valiosos como as palavras. Um japonês faz questão de agradecer por termos esperado, por exemplo, antes de nos atender, tal como se baralha, como uma barata tonta, se passamos à sua frente na fila ou alteramos o pedido, apenas por termos mudado de ideias. Não há civilizações exemplares, nem modelos de conduta, a não ser nos que praticam a idolatria, que não é o meu caso, apesar de nutrir simpatia fanática pelo Shogun e os seus meneios de espada, por exemplo, ou pelo inexcedível escritor Kawabata.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D